• Mayra de Souza Pasin

Queda de cabelo e COVID 19



Assunto bastante comentado no ultimo ano, a queda de cabelo após infecção por covid19 vem acometendo diversas pessoas.


Ainda não sabemos exatamente sobre todas as interações do vírus com a queda, assim como outros sintomas frequentemente relatados de fadiga crônica e mialgias. O que se sabe é que após quadros infecciosos podem ocorrer o chamado EFLUVIO TELÓGENO. Não só na covid mas também outras doenças como dengue e chikungunya observamos um inicio brusco de perda dos fios cerca de 2 a 4 meses após a infecção.


É comum perdermos uma certa quantidade de fios ao dia considerado como perda biológica natural ao ciclo de fases anágena, catágena e telónena. Essa queda costuma ser de até 150 fios ao dia. Em alguns casos pós covid esse número pode ser triplicado.

É frequente a associação entre gravidade da doença e queda mais intensa. A duração do quadro é variável de pessoa para pessoa. Classificamos em quadros agudos aqueles que duram por até 6 meses e crônicos os que ultrapassam esse tempo.


A boa notícia é que na maioria dos casos o cabelo volta a crescer normalmente após a fase de queda. Apesar de apresentar evolução com resolução espontânea em grande parte dos pacientes, é importante buscar auxílio médico para avaliação e acompanhamento da saúde no geral, além de afastar possíveis outras causas e agravantes da queda dos fios.

71 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo